Burn-up de Features do MVP

O Burn-up de Features do MVP ajuda com o gerenciamento de tempo e escopo de um MVP. Ter o gráfico burn-up visível para todos constrói a confiança na gestão do tempo e no progresso das features do MVP. É uma ferramenta essencial para dar visibilidade ao planejamento e para realizar o acompanhamento da construção das features do MVP.

burn-up de features do MVP no dia 30/06
burn-up de features do MVP no dia 30/06

 

burn-up de features do MVP no dia 08/07
burn-up de features do MVP no dia 08/07

 

burn-up de features do MVP no dia 18/07
burn-up de features do MVP no dia 18/07
burn-up de features do MVP no dia 28/07
burn-up de features do MVP no dia 28/07

 

A sequência de imagens mostra um exemplo de burn-up em momentos diferentes. Começando no dia 30/06, quando o burn-up foi criado com o planejamento de acordo com o ritmo esperado de construção das features. Seguindo com instantâneos do burn-up nos dias 08/07, 18/07 e 28/07, quando todas as features do MVP terminaram, e o mesmo foi entregue.

Os eixos do burn up

O eixo vertical é a quantidade de features para o MVP, e é medido em unidades, por exemplo 9 features. O eixo horizontal representa o tempo, normalmente medido em dias ou semanas.

burn-up de features do MVP no dia 30/06
exemplo de burn-up de MVP iniciado em 30/06 e planejado para 30/07

 

O ritmo da construção do MVP

A vantagem da gráfico burn-up é a visão compartilhada do que deve ser alcançado. E isto fica claramente visível traçando uma linha horizontal de escopo e uma linha vertical de data de entrega do MVP. A intersecção dessas linhas representa o resultado no tempo esperado.

Ao desenhar uma linha diagonal a partir do ponto de partida (o início do tempo para a construção da primeira feature do MVP) para o resultado no tempo esperado, você tem uma indicação do ritmo linear de construção do MVP. Na figura abaixo, este ritmo está representado como a linha diagonal , representando um planejamento de ritmo linear.

exemplo de burn-up com ritmo linear
exemplo de burn-up com ritmo linear

Entretanto o ritmo de término de features de um MVP não é linear. A figura abaixo demonstra uma curva que melhor representa o ritmo de entrega esperado.

 

exemplo de burn-up com ritmo não linear
exemplo de burn-up com ritmo não linear

Equipes ágeis experientes lidam com tal curva de duas formas: (1) Iteração ou Sprint 0, ou (2) entendimento do tempo de atravessamento inicial.

Iteração ou Sprint 0 é um termo comum utilizado para ressaltar que não haverá entrega de funcionalidade numa primeira iteração ou Sprint. O gráfico abaixo demonstra como tal artimanha (Sprint 0) alinha a expectativa de entrega de funcionalidade com o ritmo inicial ainda pro começar.

exemplo de burn-up com Sprint 0
exemplo de burn-up com Sprint 0

A construção de uma funcionalidade tem um tempo mínimo de atravessamento (ou lead time em ingles). Por exemplo, o mínimo que se leva para criar uma funcionalidade são 5 dias. Por tal motivo é impossível ter o término de qualquer funcionalidade nos primeiros cinco dias. Esse fato explica a barriga da curva do ritmo esperado. Após a entrega das primeiras funcionalidades, o ritmo de entrega vai ser estabelecido, e a curva tende a virar uma reta na qual o ritmo de entrega fica estabelecido.

Verificando o progresso

De tempos em tempos você deve verificar a quantidade de features já construídas e a quantidade total de features planejadas para o MVP. A distância entre as linhas horizontais marcando as features atualmente prontas e a última feature a ser construída é a indicação da quantidade de features restantes.

features construídas e restantes
features construídas e restantes

Quando as duas linhas se encontram, todas features do MVP estarão completas. A distância entre essas linhas é uma medida poderosa de quão perto você está de completar o MVP.

verificando progresso
verificando progresso

Verificar regularmente o progresso é uma parte importante da gestão da construção do MVP. Há duas atualizações básicos para o burn-up de features do MVP: (1) o tempo mudou; a seta que representa a data atual deve ser movido para a direita até a posição que representa a data atual, e a linha da data atual deve ser ajustada; e (2) terminou a construção de uma feature; o total de features completas deve ser alterado, e a linha de total de features completas deve ser ajustada.

atualizações no burn-up: data atual e feature construída
atualizações no burn-up: data atual e feature construída

Este mecanismo de atualizações do total de features construídas e da data atual permite identificar de imediato, um desvio na duração esperada para a construção do MVP. Assim que constatado, este problema deve ser discutido e ações corretivas devem ser tomadas ainda em um estágio inicial, e não quando é tarde demais.

A linha de escopo do MVP

Uma informação importante do gráfico burn-up é a linha de escopo do MVP, a linha horizontal contabilizando o total de features planejadas para o MVP. Essa linha define claramente se e quando novas features foram adicionados ou removidos durante a construção do MVP. Ela também permite que você visualize a intersecção desta linha horizontal para a linha vertical, que representa a data planejada para a entrega do MVP.

Todas partes a serem construídas para um MVP devem ser features. Se novas features surgem, elas devem ser adicionados à lista de features e a linha de escopo deve ser ajustada. Dessa forma, a nova linha permite identificar facilmente quando features estão sendo adicionadas, o que poderá afetar o tempo de conclusão do MVP. O ato de adicionar uma nova feature é um sinal importante de que o tempo restante para a construção do MVP deve ser repensado. A linha de escopo também rastreia onde features estão sendo removidos para cumprir um prazo fixo. Este cenãrio é ilustrado na figura abaixo. Novamente, é importante entender como a remoção de uma feature do MVP vai afetar as outras features, e é algo que precisa e deve ser claramente discutido com todos.

exemplo de burn-up de MVP após redução de duas features
exemplo de burn-up de MVP após redução de duas features

 

[divider]

Baixe agora o eBook (é de graça!): Lean PMO, planejamento e acompanhamento de projetos enxutos