Direto Ao Ponto; criando produtos de forma enxuta

‘Um projeto ágil bem executado coloca ênfase em entregas de valor, de acordo com objetivos de negócios e as necessidades dos principais usuários. Promovem a liberação incremental de software – chegando ao MVP, o produto mínimo viável, ou versão mais simples de um produto que pode ser disponibilizada para o negócio.

Mas como realizar o entendimento do MVP e a iniciação do projeto ágil o mais rápido possível? E como garantir que o time comece o projeto com entendimento compartilhado, direção, prioridade e um plano bem definido?

Conheça nessa palestra a técnica “Direto ao Ponto”, para compreender e planejar as entregas incrementais dos MVPs. Essa técnica organiza as ideias e funcionalidades em um modelo que ajuda a compreender o objetivo principal do produto, considerando as jornadas dos usuários e os incrementos de entrega. Com atividades eficazes e rápidas, a técnica desafia as considerações tradicionais de projeto, como análise de requisitos, estimativas, escopo, capacidade e planejamento detalhado.

Transformação digital e Inovação: como abordá-las?

O mundo está mudando cada vez mais rápido. Com o advento da internet, da mobilidade, das redes sociais e a computação nas nuvens, tudo ficou acelerado. Antigamente, o surgimento de produtos inovadores era mais lento e provavelmente não iriam derrubar o CEO. Ele se aposentaria antes disso.

Agora é diferente. O futuro chega mais rápido. E, com ele, a inovação disruptiva, aquela que altera o seu negócio pela raiz. Que vai derrubar um CEO após o outro e tirar a empresa do mercado.

A mensagem é clara: só vão sobreviver os mais ágeis e inovadores. É questão de tempo, mas esse tempo é curto. Quem não se reinventar vai ficar de fora.

Vamos conversar sobre uma abordagem que ilustra como gerenciar para o desempenho atual, porém maximizando futuras oportunidades de crescimento.

Como ajudamos o Joe a prosperar com inovação: a história de um empreendimento de sucesso.

O chefe de Joe o indicou para liderar um projeto com grandes desafios e sem uma solução clara: um projeto que buscava inovação.

A solução para o problema de Joe exigia pensamento criativo, tinha que ser barato, móvel, adaptável, preciso e compatível com as rigorosas regras de segurança da empresa.

Joe falou com alguns amigos que lhe colocaram em contato conosco. “Esses caras vão te ajudar com inovação, service design, métodos ágeis e similares”.

Vamos conversar sobre essa história de sucesso.

Digital Transformation & Innovation: how to approach it?

The world is changing faster and faster. With the advent of internet, mobility, social networks and cloud computing, things got really accelerated. When I was younger, the rise of innovative products was much slower.

Now it’s different. The future comes faster. Along with it, comes the disruptive innovation. The changes hit your business, at the core. Your company has to do something about it, fast!

The message is clear: only the most agile and innovative will survive. It is a matter of time, but that time is short. You either innovate, or die.

Let’s talk about an approach that illustrates how to manage your current business products, while maximizing future growth opportunities.

Lean PMO: planejamento e acompanhamento da criação de produtos de forma enxuta

Para o planejamento e o acompanhamento da criação de produtos de forma enxuta, o Lean PMO auxilia na governança da entrega contínua de valor baseada nas entregas de MVP, ou Minimum Viable Product, em Inglês. Nesta palestra vamos explorar o planejamento via Lean Inception e acompanhamento periódico da fase de execução através de artefatos como status report, burn-up de MVP, e o diagrama de fluxo contínuo.

Canvas MVP, vamos investir o mínimo esforço para alcançar o máximo de aprendizado

Tags: MVP, Lean Startup, trabalho colaborativo

Venha participar desta conversa sobre o canvas MVP, uma ferramenta usada por empreendedores, designers e criadores de produtos para validar ideas de negócio. Nele vamos detalhar o MVP e suas funcionalidades, sob as perspectivas de Design Thinking e do Lean StartUp.

O canvas MVP oferece uma estrutura de trabalho para entender cada proposta de MVP, de uma maneira que é compreendida por todos da equipe, construindo, dessa forma, um senso compartilhado de propriedade e possibilitando a colaboração entre todos envolvidos na sua criação.

Direto ao ponto com Scrum; construindo produtos enxutos

Venha participar dessa conversa sobre a combinação efetiva de Lean MVP (Minimum Viable Product) com Scrum. Desde 2010 venho aplicando a técnica Direto Ao Ponto para começar projetos ágeis e planejar as entregas baseadas em MVP. Nesta apresentação vou compartilhar como tenho combinado o framework Scrum com o estilo de entregas enxutas e evolução do produto propostos pelo modelo Lean MVP.

Desenvolvendo produtos e projetos de forma enxuta e eficiente

“Construir, Medir, Aprender”, como diz Steve Blank, é muito mais elaborado do que colocar software em produção para ver se funciona. O Lean Startup é interessante, mas para desenvolvedores de software acaba se traduzindo em uma importante pergunta: “Tá, mas o que construir?”.

Não é fácil lidar com essa disparidade entre o significado de Produto Mínimo Viável para o negócio e a iniciação de projetos de software que tentam criar produtos de forma enxuta. Depois de experimentar muitos estilos de iniciação do projeto de software, documentamos uma receita que vem sendo aplicada no cotidiano e funcionando muito bem. A esse conjunto de práticas e técnicas demos o nome de Direto ao Ponto.

Venha assistir nesta palestra uma conversa sobre MVP e um resumo da receita efetiva para iniciação do projetos de software que vai entregar o produto de forma enxuta.

To the point, a recipe for creating lean products

“Build, Measure and Learn” as Steve Blank says: is much more elaborate than putting software into production to see if it works. The Lean Startup movement is very promising, but for some software developers it ends up translating into an important question: ” Yeah, but what to build ? ” .

It is not easy to deal with this disparity between the meaning of Minimum Viable Product for business and the initiation of software projects that attempt to create a lean product. After experiencing many styles for initiating software projects, I documented a recipe that has been applied on hundreds of projects and has been working very well. This set of practices and techniques were documented on the book ToThePoint.

Come and join this conversation about MVP and learn a recipe for creating lean products.

Directo al Punto, una guía para la creación de productos Lean.

“Construir , Medir y Aprender”, como dice Steve Blank: es mucho más elaborado que poner software en producción para ver si funciona.

El movimiento Lean Startup es muy prometedor, pero para algunos desarrolladores de software que termina traduciéndose en una importante pregunta: “Sí, pero qué construir?”.

No es fácil hacer frente a esta disparidad entre el significado de mínimo producto viable para los negocios y la iniciación de proyectos de software que tratan de crear un producto lean. Después de experimentar muchos estilos para iniciar proyectos de software, he documentado una receta que se ha aplicado en cientos de proyectos y ha estado trabajando muy bien. Este conjunto de prácticas y técnicas fueron documentados en el libro Directo al Punto

Ven y únete a la conversación sobre MVP y aprender una receta para la creación de productos lean.

Retrospectivas divertidas; atividades e ideias para fazer retrospectivas ágeis mais envolventes

A habilidade de aprender e responder rapidamente é uma das características de uma equipe de desenvolvimento bem sucedida. Como transformar um grupo de pessoas em uma equipe, que aprende com seus erros e compartilha seus sucessos?

Retrospectivas ajudam a melhorar a comunicação, produtividade e qualidade no dia a dia, porém reunir um grupo de pessoas para falar sobre problemas e discutir melhorias não é tarefa fácil.

Esta palestra falará sobre como criar um ambiente seguro, em que as pessoas se sintam confortáveis para compartilhar suas reais opiniões. Apresentaremos técnicas e atividades que podem ser utilizadas em diferentes contextos, de forma que toda a equipe seja ouvida e que suas discussões se transformem em ações de melhoria.

Retrospectivas sob medida: atividades adequadas ao momento e à situação

Atividades para retrospectivas efetivas – especialmente as com foco nos times de desenvolvimento – devem ser escolhidas e aplicadas sob medida. Algumas têm enfoque na formação do time, outras buscam melhorias baseadas nas experiências vividas (em retrospectiva) – mas também existem atividades para preparar o time para o futuro iminente.

Venha conhecer técnicas e atividades de retrospectiva que promovem a melhoria contínua do time, entendendo e respeitando o momento e a situação. Esta palestra fornece um ferramental essencial para a evolução da cultura de aprendizagem e colaboração de equipes de desenvolvimento.

Uísque, sushi, sistemas e fluxo

Venha participar de uma conversa que desafia você a pensar sobre os sistemas de todos os dias implícitos e os parâmetros de fluxo. Vamos falar sobre o seguinte: o meu bar de uísque, minhas habilidades de embarque de avião, o engarrafamento na minha uma última viagem para a prair antes de um feriadão, e minha frustração enquanto espera por um temaki em um restaurante japonês. Estes exemplos irão orientar a nossa conversa sobre os parâmetros de fluxo, o pensamento sistêmico, teoria da restrição e filas.

Whiskey, Sushi, Systems and Flow

Come participate in a conversation that challenges you to think about everyday implicit systems and flow parameters. Let’s talk about the following: my whiskey bar, my plane boarding skills, the traffic jam on a weekend beach trip, and my frustration while waiting for a temaki on a Japanese restaurant. These examples will guide our conversation about flow parameters, systems thinking, theory of constraint and queues.

Learning outcome:
– Great examples to be used when explaining flow and systems
– Understand flow parameters
– Two simple ways to control lead and cycle time
– How to use the lead time for planning
– The correlation between limiting WIP and lead time reduction.
– A simple life example of Systems Thinking
– An understanding on queues, wait time and class of service

7 ways to track lead time

Measuring lead time is important and is a key performance indicator (KPI) that every Agile team should track. Poor lead time causes bottlenecks in the team production flow, inefficiencies, delay costs, not to mention unhappy customers. Come to this session to discuss with others how to track and monitor improvement on lead time.