> Ouça este episódio

Eu sou o Paulo Caroli e este é o Podcast Mínimo Viável, onde compartilho conhecimento sobre as novas relações de trabalho e, assim, contribui para a transformação de um mundo melhor.

Mediadora Maria Clara faz a abertura do evento: Eu sou a Maria Clara, tudo bem? É bem capaz de algumas pessoas da live me conhecerem anos e pois desde os 9 estou acompanhando meu pai em palestras treinamentos do PBB. Estamos muito felizes em contar com a presença de cada um de vocês, nossa festa virtual em um ano do PBB, do Product Backlog Building.

Esse guia prático importante para criação e refinamento de backlog para produtos de sucesso já auxiliares em empresas e tempos de diferentes segmentos. Inclusive, hoje, com os pedidos, Contamos, também, com a presença dos autores, com a agilidade das experiências e com a agilidade de Paulo Caroli, que nós já contem um pouco da importância para o mundo.

Fábio Aguiar: Olá, Maria Clara, sempre presente comigo, né pessoal? Só que ela está grande agora, não está mais aquela pequenininha. Bom, eu queria agradecer a todos que estão presentes aqui, por estarem aqui nesse momento especial para a gente. Para a gente, eu falo em nome do Caroli também, por esse um ano do lançamento do livro.

Um ano atrás, a gente estava o livro, uma grande expectativa lançando aqui e a gente está voltando aqui dizendo para vocês que, na verdade, foram todas as expectativas. Acho que o grande desafio grande desafio, é escrever o e livro, é saber como vai ser uma solução depois do mercado, da comunidade e até nós estamos aqui para dizer, eu chamo o nós estamos aqui aqui comigo para dizer aqui muito feliz, porque após a conquista do mercado não foi tão grande, como a Carol recebeu o livro do PBB 12 meses.

Então, a gente está aqui e eu convido o Caroli para estar comigo para gente acho que… esse momento aqui é pra gente agradecer, agradecer por tudo e por todo o carinho que vocês têm com essa laranjinha, né Caroli?

Paulo Caroli: Ah, muito legal, Fábio. É isso aí pessoal, um agradecimento muito forte a nossa comunidade que a gente muito carinho, o Fábio do trabalho que deu para escrever o livro, mas foi com muito carinho e ele foi muito bem aceito.

A gente vê, eu lembro quando a gente lançou o livro, né Fábio, você falou: nossa, a minha timeline está toda laranja e nunca deixou de estar. A gente todo dia recebe várias mensagens de pessoas agradecendo, mandando foto, usei no meu time aqui, usei na minha empresa desse jeito.

É muito legal como a nossa comunidade compartilhando. Então, é um agradecimento muito forte mesmo, que a gente deixa aqui para todo o mundo, para nossa comunidade maravilhosa.

Fábio Aguiar: Isso é bem curioso, né Caroli? Como o Caroli falou, nossa timeline nunca mais deixou de ser laranjinha. Estou vindo com a blusa laranja aqui em homenagem ao PBB e é exatamente isso né: o carinho das pessoas, sempre nos dando feedback, sempre falando sobre o PBB.

E o livro né, para nossa surpresa, falando isso já que teve na festa de 16 de nossa festa de lançamento, a gente lançou o livro de junho à noite, parecido com esse 16 de novembro e, no outro dia de manhã, às 11 horas, quando a gente foi olhar, o livro já era o mais vendido nas suas categorias ali e assim foi durante todos esses meses.

Eu até brinco com o Caroli, né, quando o PBB não está em primeiro, é porque ele está em segundo, porque a Lean Inception está em primeiro… a gente fica assim, dez semana que a de Lean Inception sobe, aí depois o PBB, a gente fica nessa escadinha, vai, desce, sobe, desce. Mas é muito bom ver ali.

Paulo Caroli: Os irmãos no pódio…

Fábio Aguiar: É… e isso é muito legal. Isso é resultado da parceria que a gente fez, eu e Caroli. O Caroli sempre presente aí, apoiando, um carinho também especial que, como ele mesmo fala, que é o padrinho e o padrinho tem esse carinho especial.

Paulo Caroli: Isso aí e o padrinho tem esse carinho pelo afilhado.

Fábio Aguiar: Então, a gente está aqui para vocês, justamente, comemorar junto com. Então, a gente vai bater um papo aqui, né Caroli, com algumas pessoas. Acho que, na verdade, não deu para a gente convidar todas as pessoas que fazem parte dessa história do PBB, eu vejo um grupo grande assim, até um fã clube do PBB.

O PBB está nas empresas, está no dia a dia, muita gente está fazendo o Treinamento e muita gente comprando o livro. A gente traz algumas coisas aqui para um papo para vocês que estão aqui nos assistindo, mas a gente vai estar aberto, também, aqui papo com quem bater para um batedor está assistindo.

Então, deixa sua pergunta, o seu comentário, a sua experiência com o PBB, a forma que tem impactado o seu dia a dia e, principalmente, nesse desafio que é trabalhar com o backlog. Como eu sempre falo: trabalhar com o backlog é sempre um desafio, então, o PBB é uma forma de ajudar e manter um backlog, um backlog saudável. Então, vamos chamar aí Caroli? Vamos começar uma conversa.

Paulo Caroli: Vamos, vamos. Chama aí os especiais, é legal ouvir os relatos.

Fábio Aguiar: Então, eu vou chamar a primeira convidada especial aqui, colega de trabalho Andrea Pinto.

Andrea Pinto: Olá, boa noite, me escutam bem né? Boa noite, Fábio, boa noite, Caroli, boa noite todo mundo que está no YouTube. Gente, estou muito, muito feliz de estar aqui. Nossa, é um privilégio acompanhá-los, né, há muitos anos. Primeiro, aí, com o Caroli, com uma longa história. O Fábio, todas as outras pessoas né, que acompanha o trabalho de vocês.

Então, é um privilégio muito, muito grande. Trabalhar contigo também, né Fábio, há alguns anos. Então, a gente está aí nessa estrada também está trabalhando com metodologias ágeis, trabalhando com Lean e, assim fico feliz por vocês, soluções simples e eficazes para a comunidade.

Assim, tanto Lean Inception o PBB e agora também estão com outras coisas que estão sendo feitas com outras pessoas, Caroli Inception está com outras coisas, Caroli Inception está com outras coisas, Caroli Inception está também com outras coisas que estão sendo enviadas.

Quando a gente fala de gerenciamento de backlog né, quanta coisa que existe no mercado aí, há quanto tempo se fala sobre isso, né? O Fábio conseguiu trazer algo que alguns passos simples, né Fábio, a gente conseguiu fazer grandes mudanças.

Então, a gente vem tendo a oportunidade de trabalhar juntos na implementação do PBB em alguns dos nossos clientes, reunindo resultados sempre positivos, sempre impressionantes, assim, independentes do método de trabalho usado pelas vezes.

Então, você sempre fala muito do rendimento do PBB, mas a gente já viu com Kanban, já vezes, inclusive, em termos de inteligência e escala também. Mostra assim que organicamente, também acaba sendo utilizado em contexto talvez, que você nem tenha o pensado, pensado né.

Fábio Aguiar: Justamente isso né, eu e Andrea a gente sempre está em dobradinha em projetos. vezes, a gente nem planeja às vezes e, quando a gente vê, a gente está no mesmo projeto, no mesmo cliente e uma das dobradinhas que a gente, né Andrea, é justamente esse trabalho.

A Andrea é especialista em Kanban, em medições e eu entro ali como especialista no backlog do produto, então, ea gente acabando essa dobradinha. Andrea já está trabalhando com o backlog que está trabalhando com o movimento, com os fluxos, Andrea já vai trabalhando com os tempos perfeitos.

Andrea Pinto Sim, sim feito, e aí sim, tem resultado melhor nesse período muito bom, entre 6 semanas de trabalho com o tempo e a gente não vem só com resultados muito positivos para o tempo em termos de trabalho tempo de espera.

Então, a gente consegue mostrar esses resultados a partir das mesmas medições contínuas né, é mostrar uma melhoria da utilização com essas medições de fluxo. Realmente, é uma dobradinha que vem sendo de sucesso e também esse uso num contexto de inteligência em escala.

Teve um deles falar menos contigo, inclusive, trouxeram para mimram a pensar, que eles começaram a pensar aqui o PBB: Andrea, olha, a gente começou a pensar o PBB: Andrea, olha, a gente começou a preparar para quem aí o planejamento de PI, em escala, o SAFe, a PI Planning é uma cerimônia de, é assim que planeja usar o tempo que é porque é um planejamento.

O SAFe é um planejamento que dura bastante tempo, dura 2 dias e envolve muitas pessoas. Então, esse trabalho pré-ning, de levar a um backlog mais eficiente usando também o PBB e Planejando, também, resulta muito, muito bons para esse cliente.

Fábio Aguiar: É, eu acho que essa dobradinha foi em cima dois cenários, como né Andrea o primeiro desses de acelerar tempo e cada vez com problema de backlog ali, você falou de toda a gente faz um trabalho, muito através de toda a gente agilidade né, com 6 semanas a gente trabalha em paralelo e rápido a gente consegue um trabalho bom alinhando o backlog e as medições muito.

E aí tem outro ponto importante que Andrea trouxe aqui, Caroli e o pessoal que está assistindo também, é que o PBB é o que eu tenho visto, eu fui tendo no Agile Trends, aonde a gente também teve a alegria, né Caroli, de cada participante ter recebido ali o livro, foi um momento muito especial para a gente.

O Caroli não pode estar lá, porque ele está fora do Brasil, mas eu estive lá e recebi o carinho das pessoas querendo um autógrafo e é muito legal isso aí. E uma das coisas que eu ouvi muito lá: Fábio, nós estamos usando aqui o PBB para fazer pré-PI, estamos fazendo aqui para planejar um Big Room Planning. Então, é bem isso que a gente vive também, né Andrea.

É você usar o PBB ali, muitas vezes, para se preparar para um planejamento, um ciclo ali, para uma versão e o PBB cai como uma luva ali para ajudar os times né?

Andrea Pinto: Sim e levando em consideração também pontos, assim, mais críticos realmente a uma lista de pendências, sem falar na lista de prioridade, né Fábio, te traz como pessoas, traz os problemas, mas também pensa nas relacionadas características de backlog, transforma tudo isso em história, tudo conectado.

Então, são nos momentos mais críticos, assim, quando a gente fala de gerenciamento de pendências, tá tudo ali. Então, realmente, te ajuda muito a estruturar o trabalho.

Paulo Caroli: Já vou somar a essa conversa que a gente está tendo que é a minha realidade atual e estou passando em muitas vezes de produto. Não falar os, mas, assim, está fazendo uma galera muito forte na Europa, muita gestão de produtos e essa galera ela tem usado Descoberta Contínua e o PBB pode se encaixar clientes, porque o PBB a gente até já escreveu no livro um pouco disso , né Fábio.

A gente até chamou, a gente não quis botar no título, mas o PBB ele ajuda com o Continuous Refinement, que a gente já fazia, a gente já fazia o Continuous Delivery ajuda a ser mais moderno e fazer o refinamento contínuo do backlog, porque o backlog tem que ser contínuo.

Isso que eu acho interessante no PBB, que ele é uma ferramenta simples, que você pode tanto usar quanto um SAFe, um PI Planning, para um Big Room Planning, que é um pré-trabalho maior antes ou não, ou no time que está mais enxuto, um tempo de produto fazendo descoberta contínua e fazendo também um Continuous Refinement para trabalhar, para ter o benefício de trabalhar com a história do usuário.

O PBB está encaixado contínuo em práticas tanto de escala, mais, que é o pessoal assim, por exemplo, o Marty Cagan ele nem gosta tanto de histórias de usuários, essas coisas, porque ele fala: não, o foco tem que ser na ser na história de usuários, essas coisas ser na Descoberta de produto e contínuo, vamos parar de exagerar na parte do requisito. Mas, ele também encaixa esses cenários pela simplicidade do PBB.

Andrea Pinto: Eu acho que é importante citar, também, eu conversei rapidamente com o Fábio sobre isso, para quem aqui, apesar do framework em escala mais utilizado ser o SAFe ea gente sabe que têm controvérsias aí no mercado em relação ao framework, eu estou usando o cliente que usa o Scrum mas usando também no Scale.

Fábio, lembrado que eu te falei que estava previsto para isso rolar, então vai ser mais um case aí para a gente e eu tenho certeza que vai casar muito bem.

Paulo Caroli: Aliás, eu vou enviar o pedido aqui para a comunidade, especialmente, os cases do Brasil, tendo cases de PBB, entre em contato com a gente para a gente registrar esses cases e poder compartilhar com a nossa comunidade.

Fábio Aguiar: Muito bom e um ponto que o Caroli trouxe aqui também, Andrea, às vezes, há uma pequena polêmica quando eu falo Product Backlog Building. Claro, se eu fosse a palavra ter que colocar o nome do PBB hoje, Continuous ali ou algo parecido, só que pro momento que o PBB foi criado, quase 12 anos atrás, a melhor que se encaixava para aquele momento era aquele.

Hoje, até fiz um post no LinkedIn falando, justamente, sobre isso: o PBB ele se encaixa muito bem para construir um produto do olho zero, mas rapidamente ele te leva para uma cultura de refinamento contínuo e também está em Dual Track, num Discovery Contínuo e até nos incrementos de produtos, que lançando incremento, já tendo feedbacks, analisando dados, tendo insights e aí você precisa retroalimentar esse backlog.

Então, o PBB ele entra ali também para retroalimentar, para manter esse backlog saudável ou, até mesmo, eu já um backlog existente, eu posso aplicar? consegue. Você faz engenharia reversa e reestrutura o seu backlog, pode ter um problema de granularidade ou algo parecido com o PBB vai te ajudar naquilo né.

O PBB e, eu me lembro muito viu, quando a gente estava descrevendo o, todas as noites e todos os livros do PBB8 antes do lançamento do livro do PBB8 antes do lançamento do livro do PBB8 meses antes do lançamento: Começo. E eu falo: não, Caroli, você já está há muito tempo falando de Lean Inception, já está consolidado e aí você: não, vai ser sabe por quê? Lean Inception é MVP, é um produto ali do zero.

Já o PBB não, o PBB ele é contínuo, ele é todo dia e é, justamente, o que você acabou de trazer para a gente aqui, essa visão né.

Andrea Pinto: Sim, deixa eu estou acompanhando aqui os recados no Youtube e, em paralelo, tem uma pergunta aqui do Nuno.

Fábio Aguiar: Rapidinho, Andrea, eu só recebi aqui a mensagem do Caroli que acabou a luz aqui em casa e ele ficou parado, né?

Andrea Pinto: Ele caiu, né? Deixa eu só aqui o Nuno, que está aqui no chat no YouTube. Ele falou: casos esses que a Andrea de SAFes, Scrum at Scale são publicados em algum lugar? Então, não, inclusive foi o pedido que o Caroli acabou de fazer aqui, para a gente começar a publicar esses casos.

Eu não tenho dúvidas de que muitas outras pessoas da comunidade já têm ótimos casos sobre o PBB ea gente realmente precisa dar um up nisso, nessas publicações, né Fábio?

Fábio Aguiar: É eu acho que agora, né, assim, claro o PBB já tem quase 12 anos, mas o livro tem um ano. Então, agora, o livro chegou nas empresas, em muitas vezes, tem muita gente, passou a usar nesse último ano e chegou a hora da própria comunidade no mercado, de começar a compartilhar o que está vivendo.

Eu acredito que tem muita coisa por aí e agora é hora de compartilhar para ajudar a própria comunidade, é uma forma de devolução também, né? Muito bom. Obrigado, Andrea, muito bom te ver novamente, espero te ver em um novo projeto, um novo cliente para a gente continuar essa parceria aí de sucesso.

Andrea Pinto: Tá joia, Fábio, super obrigada pelo convite novamente e, mais uma vez, estou muito feliz de estar aqui e vamos, tem muita coisa ainda e esse PBB ainda vai render muita coisa.

Fábio Aguiar: Vamos, juntos. Obrigado, Andréa.

Andrea Pinto: Beleza, tchau, tchau pessoal.

Fábio Aguiar: Tchau.

 

E aqui o episódio de hoje. Espero que você tenha gostado. Eu te peço para se inscrever e recomendar esse Podcast na sua plataforma de Podcast preferida, como Spotify e YouTube, e nas redes sociais. Ou, como eu prefiro: recomende aos amigos. Assim, você me ajuda com a missão de compartilhar conhecimento sobre as novas relações de trabalho, de forma a contribuir para a transformação de um mundo melhor.

>> Esse Podcast não tem patrocinadores. Então, se você vem curtindo esse Podcast e quer colaborar com a nossa equipe, vá em www.mepagaumcafe.com.br/caroli . Muito obrigado!

Notas do episódio:

Confira a íntegra da Festa de 1 ano do PBB

Agenda Treinamento Construção do Backlog do Produto

Adquira o Livro Construção do Backlog do Produto

Treinamento Lean Delivery com Métricas Ágeis, por Andrea Pinto e Paulo Caroli

Você tem casos de PBB? Escreva agora o seu relato para [email protected]