Na XPConf 2015 em Helsinki, eu compreendi a diferença entre escalando, aprofundando e expandindo práticas ágeis.

Jutta Eckstein, a facilitadora do workshop, o grande Charlie Poole, juntamente com todos os participantes do workshop —scaling agile– tiveram uma excelente conversa sobre o assunto: estamos realmente escalando o ágil? Estamos todos falando sobre a mesma coisa? Estamos utilizando a palavra certa para o que estamos fazendo?

scaling-agile-xpconf2015

workshop na XPConf 2015

Todos os participantes do workshop compartilharam um pouco sobre as suas experiências e expectativas sobre o assunto: escalando o ágil. Ficou claro para mim, e para todos, que escalando ágil tinha diferente significado para cada um dos participantes.

Charlie sugeriu um termo melhor: expandindo o ágil.

Expandindo o ágil. Adorei o termo! Este termo definia exatamente o que eu estava fazendo em um cliente naquele momento: eu estava utilizando princípios e práticas ágeis e lean no departamento de TI, e expandindo-as para toda a empresa (uma grande corporação, com um portfolio de 200 projetos em andamento).

Ao fim do workshop, parei para refletir sobre os termos novamente, e escrevi este blog post. O termo scaling agile significa coisas diferentes para pessoas diferentes. Refleti sobre o meu passado no mundo ágil. Pensei na minha última década de trabalho, e tentei entender a minha atuação nas diferentes empresas em que eu estava compartilhando e aplicando conceitos e práticas ágeis.

O que estamos fazendo? Estamos realmente escalando o ágil?

Depois de refletir sobre meus compromissos presentes e passados, e repensar os termos, eu sugiro os seguintes termos : (1) aprofundando o ágil, (2) escalando o ágil, e (3) expandindo o ágil.

Estes três termos descrevem diferentes aspectos sobre a aplicação do ágil em grandes empresas e organizações. Abaixo, segue um exemplo para cada um desses termos.

Aprofundando o ágil

Em 2006 eu estava trabalhando em uma pequena equipe ágil em uma grande organização. No papel de desenvolvedor / coach ágil, eu estava ajudando uma equipe de 8 desenvolvedores com TDD , mock objects e automação. A equipe estava aprofundando seus conhecimentos sobre as práticas ágeis de XP.

aprofundando o ágil

aprofundando o ágil

Escalando o ágil

Em 2009 eu estava trabalhando em uma grande organização, gerenciando o trabalho de uma equipe. Eu era o gerente de uma dentre as dez equipes de um programa com 200 engenheiros, todos trabalhando na mesma base de código, em um ciclo de entrega coordenado, orquestrado e sincronizado.

O programa de trabalho foi iniciado em 2007 com uma equipe Scrum de dez pessoas, que também segui práticas de XP, como, por exemplo, TDD e integração contínua. O programa de trabalho cresceu ao longo do tempo, e juntamente com o crescimento do programa, cresceram os desafios. Nos anos que seguiram, estávamos escalando as práticas ágeis, de forma que atendessem o crescimento do programa de trabalho. Por exemplo: Como fazer integração contínua com tantos desenvolvedores? Como coordenar uma release com entregas das 10 equipes? Como realizar retrospectivas das equipes e de todo programa?

escalando o ágil

escalando o ágil

Expandindo o ágil

Nos anos de 2014 e 2015, eu estava trabalhando em uma organização de grande porte (200 projetos , envolvendo 4000 pessoas de vários departamentos e empresas terceiras). Eu estava trabalhando em um projeto estratégico de transformação organizacional. Neste projeto, um grupo experiente de pessoas estavam buscando melhorar o time-to-market dos principais produtos (e ideias de produtos) da organização.

Durante este período, realizamos algumas melhorias (relacionadas com a entrega de software) no departamento de TI, e muitas melhorias na interação e relacionamento com os outros departamentos – o PMO , o departamento jurídico, o departamento de compras, o financeiro, o RH, recrutamento, dentre outros. Além dos departamentos internos da empresa, trabalhamos nas melhorias com as empresas terceiras, e outros parceiros.

O trabalho se resumiu a aplicar práticas e princípios ágeis e lean no departamento de TI, e expandi-lo para toda a organização, e seus parceiros.

expandindo o ágil

Resumindo, esses três exemplos de projetos onde atuei anteriormente representam formas bem diferenciadas de aplicação do ágil. E você, o que está fazendo atualmente co o ágil? Está escalando, aprofundando ou expandindo o ágil?