Segue uma ilustração simples e uma breve descrição dos níveis de requisitos antes, durante e depois de uma Lean Inception.
Antes da Lean Inception, alguma iniciativa é priorizada. Depois ela passa por um período de discovery, onde a iniciativa será explorada em mais detalhes, buscando ainda mais dados para ajudar com as decisões sobre o produto e a estratégia de criação e evolução do mesmo. Note que algumas organizações não realizam discovery (ou acreditam que já tem dados suficientes sobre a iniciativa, ou simplesmente não praticam discovery de produto), e vão direto para uma Lean Inception.

 

Durante a Lean Inception, a iniciativa é explorada em detalhes, nas perspectivas do representantes do negócio, dos representantes dos usuários (User eXperience) e das pessoas que irão criar o produto (para produtos digitais, tipicamente desenvolvedores, testadores, DevOps, dentre outros).

 

Ao final da lean Inception, a iniciativa estará compreendida a nível do MVP e os incrementos do produto. O MVP está descrito a nível de features.
Durante o período de criação do produto, as features são descritas no formato de Histórias do Usuário, em inglês User Stories (US). Tipicamente, o time esclarece O QUE tem de ser feito — as features — em mais detalhes, quebrando-as em pedaços menores descrevendo COMO será implementado: as Histórias do Usuário.

“O PBB é o passo seguinte à Lean Inception”

 

É assim que o Fábio Aguiar descreve o PBB. O PBB te ajuda a entender e criar as histórias a partir do entendimento do MVP e suas features.

 

Aproveito para compartilhar que o Fábio e eu estamos trabalhando no eBook do PBB. Em breve (previsto para Julho de 2020) vamos ter o livro impresso.