Pergunta:  Eu tenho um produto para segmento A e viso atingir clientes de porte médio/grande, porém com um primeiro MVP liberado eu conseguiria atender clientes menores. Faz sentido?

Resposta: Mais uma vez (assim como na resposta sobre a sua pergunta se MVP antecipa ROI), a resposta é: depende da sua estratégia. Se você usa o MVP para gerar aprendizado, tem de ser intencional para gerar aprendizado útil para o seu próximo passo. No seu exemplo, se o aprendizado do cliente menor for útil para o seu objetivo de atingir o cliente maior, ótimo! O MVP ára o cliente menor gera aprendizado útil para o seu próximo passo.

Ou seja, a melhor opção é um MVP que valide algo do mercado que você quer alcançar.

No seu exemplo, em contrapartida, imagine um MVP para clientes menores que de nada te ajuda a atingir o cliente maior. Esse MVP não seria uma boa opção.

Talvez o mais indicado seria primeiro validar a hipótese que todos tamanhos de cliente (pequeno/médio/grande) precisam da mesma solução. Dependendo desse aprendizado, você decide os passos seguintes.

É difícil julgar um MVP ou uma estratégia. Se der certo, foi ótimo. Se der errado, você deveria ter seguido outro caminho (o meu pai chama isso de “profeta do passado”). Por isso que eu gosto das Lean Inceptions, um workshop colaborativo com pessoas de conhecimento e visões distintas. Nas Lean Inceptions ocorre muito brainstorming, conversa e atividades, para ao final alinhar o MVP. Dessa forma, fica bem mais claro a todos algo de extrema importância: a estratégia e o MVP.