debito-tecnico

Glauco Vinicius implementa o “radar de débitos técnicos (imagem acima) de forma simples e efetiva. Segue abaixo a explicação do radar:

  • Existem dois eixos: valor entregue para o negócio* (y) e esforço (x).
  • Tudo o que entrega pouco valor de negócio e requer muito esforço, é despriorizado (não quer dizer que não será feito!)
  • Tudo o que entrega muito valor de negócio e requer pouco esforço é priorizado
  • Tudo o que entrega pouco valor de negócio e requer pouco esforço deve ser avaliado com mais cuidado
  • Tudo o que entrega muito valor de negócio e requer muito esforço deve ser avaliado com mais cuidado

Segundo Glauco, o radar deve ficar visível e acessível para que os integrantes do time adicionem os débitos técnicos á medida em que desenvolvem histórias de usuário.

Leia o artigo do Glauco na íntegra aqui.

Eu já tinha visto alguns estilos de radar de débito técnico. Mas esse é diferente dos outros. O Glauco utilizou as mesmas cores propostas para as features do DiretoAoPonto. Desta forma fica mais fácil de se conversar sobre o que ficou para depois: verde, amarelo ou vermelho, respectivamente: mais tranquilo, médio, e mais esforço para pouco valor.

Glauco ainda aconselha o time a separar algum tempo para lidar com os débitos técnicos a cada entrega de MVP.

Leia mais sobre o assunto no eBook (Grátis): DevOps para entrega de produtos enxutos.