Confira as atividades de um workshop de um dia para ir do problema ao MVP por meio de um template de  HDD (Desenvolvimento Guiado por Hipóteses ou Hypotheses Driven Development, em inglês). A seguir, são apresentadas as atividades do dia 1 de 2. O dia 2 de 2 foi sobre o preenchimento do Canvas MVP. Este workshop de dois dias é uma boa opção, caso você não tenha cinco dias para um workshop de Lean Inception (há mais sobre essa comparação no final desta postagem).

Encontre abaixo as instruções que explicam as atividades do dia 1 (o dia 2 de 2 foi sobre o Canvas MVP):

—————- (início das instruções do workshop) ———

No workshop de hoje, vincularemos os problemas às hipóteses de solução propostas. As atividades a seguir estão na direção de identificar o MVP. Amanhã entraremos em mais detalhes sobre o MVP (selecionado e alinhado).

Diretiva Primária do HDD: Acreditamos firmemente e aceitamos a necessidade de validar as hipóteses das soluções propostas. Portanto, estaremos trabalhando com MVP para validar cada hipótese. Mas tudo começará analisando os problemas atuais.

1. Liste os problemas

ATIVIDADE – Liste os problemas que estamos tentando resolver.

PROBLEMAS: Identifique e entenda o Estado Atual, apontando um conjunto de problemas e dores no contexto em questão. Nesta etapa, você deve explorar o estado atual descrevendo os problemas e as necessidades. Compreender os problemas é essencial antes de pensar e elaborar uma solução.

Exemplo: o aluno não consegue saber sua pontuação em um exame específico até que o professor compartilhe as notas na sala de aula.

Se a lista gerada for muito grande, considere reduzi-la aos problemas mais relevantes (essa priorização por impacto e frequência pode ajudar).

2 – Liste o resultado esperado

ATIVIDADE – Crie uma lista de resultados esperados (relacionados e / ou na direção de resolver esses problemas).

RESULTADO ESPERADO: Identifique o Estado Desejado alinhando o resultado esperado relacionado à solução de alguns dos problemas ou ao atendimento de algumas das necessidades do estado atual. Evite descrever a solução em detalhes sobre como atingiremos o estado desejado; em vez disso, liste o resultado esperado (geralmente relacionado à eliminação ou alterações nos PROBLEMAS .

Exemplo: os alunos veem a pontuação de um exame assim que o professor o corrige.

 

3 – Preencha o template de HDD

ATIVIDADE – Preencha o template de HDD (para correlacionar o MVP com o resultado esperado). Para isso, será necessário preencher o modelo de HDD que correlaciona um MVP com o resultado esperado que ele está tentando alcançar e as métricas que demonstram a validação das hipóteses. Você pode escrever quantas vezes forem necessárias. Evite descrever os funcionalidades do MVP; em vez disso, dê um nome ao MVP que melhor represente sua intenção e formato. Mais tarde, se o MVP for selecionado, você terá a chance de detalhá-lo.

Acreditamos que (este MVP)
alcançará (este resultado esperado)
Saberemos que isso aconteceu com base nessas
(métricas para validar as hipóteses) – Tweet this

Exemplo:
Acreditamos que um google excel compartilhado por exame
Permitirá que os alunos vejam a pontuação no exame assim que o professor corrigir o exame
Saberemos que isso aconteceu com base em
– A contagem de quantas pessoas, além do professor, acessaram o excel compartilhado é superior a 30% do número total de alunos em uma classe específica
– O número de vezes que o botão “compartilhar este excel com meu colega de sala de aula” é de pelo menos 20% do número total de alunos em uma turma específica.

 

—————- (fim das instruções do workshop) ———

Como esse workshop se relaciona com um workshop Lean Inception?

Prefiro seguir a ordem das atividades proposta pelo workshop Lean Inception. Infelizmente, essa equipe não teve tempo suficiente para um workshop de cinco dias. Esta equipe teve apenas dois dias. Esta é a principal razão pela qual segui uma agenda diferente, com atividades diferentes.

A principal diferença: este workshop vai da declaração do problema ao resultado esperado para o HDD com MVP; em seguida, um Canvas MVP. Em contra-partida, uma Lean Inception segue uma agenda mais equilibrada entre atividades com perspectiva de negócios, de UX e técnica, passando por uma sequência de atividades – visão do produto, é – não é, personas, jornadas de usuários, brainstorming de features e revisão técnica, de UX e de negócio – antes de propor um MVP.

A agenda da Lean Inception fornece um caminho mais fácil para alinhar e definir o MVP. É muito mais fácil para o facilitador e para os participantes alinhar e definir o MVP.

Esse workshop foi mais rápido e o MVP foi definido com menos tempo. Não houveram atividades sobre as personas e as jornadas dos usuários. Nesse workshop houve um alinhamento mais fraco entre as perspectivas de negócio, de UX e do pessoal mais técnico.

Ambos os workshops terminam com um Canvas MVP. Neste workshop de dois dias, os participantes tiveram mais dificuldade em preencher o Canvas MVP. em contrapartida, em um workshop Lean Inception, tipicamente, os participantes estão mais alinhados e mais confiantes para preencher o Canvas MVP.